Prorrogação do layoff: saiba como proceder na sua empresa.

Prorrogação do layoff: saiba como proceder na sua empresa.

A atividade económica está a retomar lentamente, e chegou a altura de analisar a situação da sua empresa. Nomeadamente, verificar se tem possibilidade de retomar a sua atividade e em que condições.

As empresas que foram forçadas a recorrer ao layoff simplificado, são obrigadas a estabelecer um novo plano de gestão dos seus recursos humanos e de reabertura do seu negócio. Assim, temos três opções:

  • Prorrogar o layoff por mais um mês, nas mesmas condições do layoff inicial;
  • Prorrogar o layoff por mais um mês, mas parcial (Ex.: alguns trabalhadores);
  • Não prorrogar o layoff.

Nas opções “1” e “2”, as empresas devem verificar a manutenção da situação de crise empresarial (ex.: quebra na faturação) à data de início do período de prorrogação do layoff simplificado, e guardar os dados que fundamentaram a respetiva decisão.

Na opção 3, assume-se que a empresa decidiu voltar em pleno à sua atividade e que, portanto, não recorre ao mecanismo do layoff.

Partilhamos consigo os case studies da “Cotton Friend, Lda.” e “Kobe Steak, Lda.”, para que seja mais fácil compreender as diferenças.

Fábrica Cotton Friend, Lda. – Prorrogação do layoff simplificado

A fábrica de têxteis, “Cotton Friend, Lda.”, gerida pela Paula, decidiu fechar em abril e recorrer ao layoff simplificado: suspendeu o contrato de 4 colaboradores, entre 1 e 30 abril.

O conteúdo que estás a aceder é restrito a utilizadores registados no nosso site. O Registo é gratuito, e pode fazê-lo através do seu email NESTE LINK ou, se preferir, pode entrar através da sua conta Google ou Facebook aqui:

Se já possui uma conta, por favor faça aqui o seu Login.

Nota: Ao subscrever uma conta no nosso site, está a dar o seu consentimento para a recolha e processamento dos seus dados. Saiba mais aqui

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.