Eventos de networking – Como potenciar a sua presença e ser eficaz

Os eventos de networking são uma tendência crescente no mundo empresarial de hoje. Existem diversos eventos deste tipo, organizados por associações empresariais, ou mesmo por empresas que se dedicam a esse tipo de atividade.

Certamente já terá sido convidado para um evento deste tipo, e pensou de imediato “O que irei lá fazer? Não conheço ninguém…”. Pois, é exatamente por isso que deverá ir: para conhecer novas pessoas e alargar o seu círculo de contactos.

O contacto “olhos nos olhos” é, e certamente sempre será, insubstituível. Nesta era das redes sociais, dos e-mails, dos telemóveis… é extremamente fácil comunicar. No entanto, ter a possibilidade de conhecer alguém pessoalmente pode deixar uma marca de empatia que dificilmente acontecerá de outra forma, que não presencial.

Obviamente que não poderá aceitar todos os convites para eventos deste género. Deverá, sim, analisar previamente cada um com o intuito de avaliar se a temática do mesmo, ou a entidade que o organiza, têm o potencial de reunir o tipo de pessoas que interessam conhecer no âmbito do seu negócio.

Confira, neste artigo, algumas regras importantes que não deverá descurar, e que o ajudarão a ter sucesso neste tipo de eventos.

Saiba antecipadamente quem estará presente

Antes do evento, procure saber quem irá participar e analise quem pode ser relevante para si. Se possível, consiga a lista de convidados. Assim que conseguir a informação sobre quem estará presente, faça alguma pesquisa sobre as pessoas, e identifique os convidados que são importantes conhecer. Depois de fazer esta seleção, pesquise de forma mais aprofundada sobre o que essas pessoas têm feito, que projetos a sua empresa tem atualmente… será muito importante, aquando da primeira abordagem, estar em condições de falar de algo em concreto que a pessoa está a fazer, e que de alguma forma poderá representar um interesse comum com o seu negócio.

Existem atualmente plataformas que o podem ajudar nesta gestão do “pré-evento”. Uma das mais conhecidas é a Meethub (https://www.meethub.mobi/). Esta aplicação permite, antecipadamente, conhecer todos os inscritos num determinado evento, e desde logo solicitar as reuniões. A aplicação encarregar-se-á de organizar a sua agenda para aquele dia, automaticamente. Da sua parte, basta apenas enviar os convites, aguardar a aceitação do outro lado, ou decidir aceitar (ou não) convites de outros inscritos.

Cartões-de-visita

Trata-se de uma regra básica, mas nunca é de mais relembrar: leve uma quantidade suficiente de cartões-de-visita para distribuir. É deveras embaraçoso, num evento deste tipo, dizer que se esqueceu dos cartões. Denota impreparação, amadorismo, e falta de rigor. Tudo aquilo que não faz parte, certamente, da imagem que pretende passar.

Relativamente aos cartões propriamente ditos, é importante que os mesmos tenham boa qualidade, quer no papel em que são feitos, mas também no design. Procure que o seu cartão se diferencie dos demais, isso poderá ser mais importante do que imagina num possível follow-up da conversa tida no evento. Uma dica: inclua no cartão um “QR Code” que, automaticamente, crie o seu contacto na lista de contactos da outra pessoa. Passa uma imagem inovadora, e efetivamente é prático e poupa tempo.

Evite o telemóvel

Já no evento, modere o uso do telemóvel. Neste tipo de situações, o telemóvel pode ser o seu pior inimigo. Para além de poder interromper uma conversa interessante, irá fazer com que se disperse com outros assuntos, em vez de se focar no networking, verdadeira razão pela qual se deu ao trabalho de se deslocar a determinado local. Coloque o telemóvel em modo “Silencioso” ou “Reunião”, e concentre-se no objetivo de conhecer novas pessoas e potenciar oportunidades de negócio. É para isso que ali está!

Prepare o que dizer e como dizê-lo

Os primeiros segundos são decisivos para causar impacto. Não esqueça a máxima: “Só temos uma oportunidade de causar uma boa primeira impressão”.

Treine antecipadamente uma apresentação própria, o famoso elevator pitch: quem é, o que faz, qual a sua empresa, etc. Deverá preparar um discurso resumido e objetivo, para que o seu interlocutor compreenda rápida e facilmente com quem está a falar, e em que pode ser útil no negócio/empresa dele. Note que, hoje mais do que nunca, as pessoas não gostam de perder tempo. Por outro lado, os convidados com que irá falar irão conhecer outras pessoas nesse mesmo evento. Por tudo isto, só uma preparação adequada poderá fazer com que você faça a diferença “entre a multidão”… e só tem alguns minutos para o fazer.

Seja um bom ouvinte

Já reparou que temos dois ouvidos, e apenas uma boca?! Significa isto que deveremos ouvir pelo menos o dobro relativamente ao que falamos. Esta pequena brincadeira passa uma mensagem importante: ouça primeiro o que os outros têm para dizer e interesse-se genuinamente. Deixe a conversa fluir naturalmente, não imponha a sua apresentação de modo abrupto ou precipitado. O momento certo irá chegar. É fundamental manter o controlo sobre o curso da conversa, embora sem nunca o parecer. Ou seja, a conversação deverá ser mantida dentro das “fronteiras” que lhe interessam a si, e que poderão ter potencial para o seu negócio. Mas todo esse processo deverá ser gerido por si de forma natural, sem transparecer que está em “modo vendedor”.

Deixe a timidez em casa

Lembre-se que todas as pessoas estão num evento deste tipo para fazer networking, isto é, para conhecer outras pessoas. Tome a iniciativa, e aborde as pessoas que lhe interessam. Evite ficar apenas em rodas de pessoas que você conhece. Afinal, para isso não seria necessário ir a estes eventos. Circule pelo ambiente, seja simpático, e demonstre a sua disposição para conversar.

Otimize o seu tempo

Lembre-se que o seu tempo é limitado. Tendo em conta o “trabalho de casa” que fez (considerando a primeira regra: “Saiba antecipadamente quem estará presente”), tem de estar bem focado e otimizar o seu tempo. Aposte nas pessoas que realmente podem ser úteis para o seu negócio, ou que potencialmente podem gerar-lhe oportunidades (como parceiros, clientes, fornecedores, etc.). Se determinada conversa não fluir ou não estiver alinhada com o que procura, “feche-a” assim que possível, sem ser rude, e passe rapidamente à próxima.

Não se precipite

Muitos têm a expetativa que irão fechar negócios neste tipo de eventos. Lamento informar, mas dificilmente isso acontecerá. Aliás, esse nem deverá ser o objetivo. Conforme já referido, neste tipo de eventos o seu objetivo é conhecer novas pessoas, com interesse potencial para o seu negócio, e criar empatia com as mesmas. Só tem esta oportunidade para criar essa empatia, por isso aproveite! Os negócios virão depois. Não tenha pressa. Considere este tempo como investimento que lhe trará frutos futuramente. E, claro, não esqueça o follow-up…

Faça follow-up

Qualquer evento de networking durará apenas algumas horas. As conversas aí tidas são apenas o primeiro passo na construção de futuras parcerias profissionais profícuas. Por exemplo, envie um e-mail a todas as pessoas com quem falou, a agradecer o tempo que dispensaram consigo, referindo nesse e-mail aspetos relevantes da conversa que teve (com base nas notas que tirou sobre cada um dos interlocutores). Isto tem um poderoso efeito na construção da empatia, pois demonstra que essa pessoa foi importante para si, e que inclusivamente você reteve aspetos importantes sobre a mesma e sobre o seu trabalho e/ou empresa. Para aqueles que, na avaliação que fez, têm maior potencial de vir a colaborar com a sua empresa (um novo cliente, por exemplo), proponha no e-mail uma nova reunião, com o intuito de aprofundar temas de interesse comum.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.