Vivemos tempos incríveis!

A inovação tecnológica é constante, e as empresas são quase como que obrigadas a adaptarem-se a uma nova realidade… Uma realidade que irá, certamente, (re)definir significativamente a forma como as empresas prestam os seus serviços e de como comunicam com os seus Stakeholders.

O enquadramento atual obrigará todos, empresas e pessoas, a um esforço enorme de adaptação. Mais precisamente, na implementação de novos processos, novas tecnologias, novos softwares, e na formação dos recursos humanos.

Na UWU Solutions encontrámos uma forma de amenizar este problema! É estar um passo à frente. Desta forma, conseguimos acompanhar estas evoluções tecnológicas e preparar, antecipada e devidamente, todo o processo de implementação.

Aliás, neste exato momento, a UWU Solutions está já em fase de testes da solução de gestão documental e de reporting que irá revolucionar a relação com os nossos clientes. Esteja atento, pois a mesma será apresentada muito em breve num evento de acesso exclusivo!

Aproveito esta oportunidade para partilhar consigo alguns conceitos que estão na base da revolução digital em curso, como sejam: Open Banking, Inteligência Artificial e Blockchain.

Não fique para trás. Venha connosco em direção ao futuro!

Open Banking

E se o seu banco disponibilizasse acesso à sua informação bancária para que, posteriormente, pudesse desenvolver novos sistemas e aplicações automatizadas?

Agora já é possível, e é nisto que se baseia o conceito Open Banking.

A partir de agora, com a sua devida autorização e mediante certos fatores, o seu banco poderá disponibilizar uma API (Application Programming Interface), para que possa desenvolver novos sistemas, aplicações e interfaces, que comuniquem diretamente com a informação da sua conta bancária. Assim, apesar dos dados da sua conta serem mantidos pelo banco, estes podem ser acedidos, por exemplo, pelo seu software de gestão (ERP).

Imagine que, por exemplo, no seu software de gestão, emite uma nota de pagamento a um fornecedor e recebe, automaticamente, um aviso do seu banco para aceitar a emissão do pagamento! O tempo despendido em pagamentos, na sua empresa, seria reduzido para metade, pois já não necessitaria de entrar no website do seu banco para processar os pagamentos.

Fantástico, não acha!? E este é apenas um exemplo das potencialidades do Open Banking!

Inteligência Artificial

A essência de um sistema informático baseia-se na sua capacidade de processamento, análise, cálculo, execução de dados e disponibilização de resultados de uma forma rápida e eficiente. O problema é que para fazerem estas tarefas é essencial o “toque” humano. Nomeadamente, para desenhar e programar os modelos e regras de processamento e, obviamente, para a inserção dos dados nos sistemas, propriamente ditos.

Mas, e se estes sistemas pudessem aprender, tal como nós, e alcançar resultados de uma forma autónoma?! Este é o conceito por detrás da Inteligência Artificial.

A Inteligência Artificial possibilita que os sistemas informáticos aprendam, se ajustem a novas estruturas de dados, reconheçam novos padrões e desempenhem funções semelhantes às de um ser humano.

Parece assustador, não é?! Mas, se olharmos à nossa volta, isto já é uma realidade bem presente no nosso quotidiano. Ora, vejamos:

  • As Redes Socias sugerem conteúdos, artigos e publicidade de acordo com os nossos dados de navegação;
  • Os carros já conduzem sozinhos! Através da análise de dados (outros carros, sinais de trânsito, pessoas, animais, etc…) transmitidos por câmeras e sensores;
  • Os motores de pesquisa (Google, Bing, DuckDuckGo, Ecosia, etc…) sugerem-lhe o termo de pesquisa, mesmo antes de o ter acabado de escrever.

Se falarmos da gigante Google, então a lista nunca mais acaba! Um exemplo, o mais conhecido e polémico, é o Google Fotos. Este analisa as suas fotografias, reconhece os elementos da fotografia (mesmo que muitas vezes o faça mal), permite a pesquisa das fotos através de termos relacionados com estas e, ainda, sugere a criação de GIFS, Vídeos, fotos estilizadas, entre outros…

E estes são apenas alguns exemplos mais comuns!

E você, o que pensa sobre a Inteligência Artificial? Será que é uma realidade que nos substituirá? Ou será uma forma de expandir as nossas capacidades e nos tornar mais eficientes?

Blockchain

Conhecemos esta tecnologia, maioritariamente, devido às cripto-moedas, ou “moedas virtuais” como são muitas vezes conhecidas. Mas, apesar do seu relacionamento, o Blockchain e as cripto-moedas não são a mesma coisa! É importante perceber que o Blockchain é a tecnologia por detrás da cripto-moeda, e a cripto-moeda é o produto criado com esta tecnologia.

Comecemos por, de uma forma simples, perceber do que se trata esta tecnologia.

O Blockchain é uma tecnologia que permite o armazenamento e processamento de dados sensíveis, como informações financeiras e bancárias, em diversos computadores, em vez de o fazer apenas num só lugar. Podemos, imaginariamente, visualizar o Blockchain como uma teia, onde cada interseção é um computador.

Tenha como exemplo a sua empresa! Se analisar a sua rede, ou sistema informático, possivelmente, este está centralizado num servidor, e é gerido por um administrador. Ou seja, o desempenho da sua rede está inteiramente dependente do servidor e do administrador.

Com a tecnologia Blockchain, isto não acontece! A rede é descentralizada, todos os utilizadores são iguais e, mais importante, os dados que já existem no sistema não podem ser alterados. Isto garante, entre outras coisas:

  • Segurança - As informações não podem ser pirateadas, roubadas ou corrompidas; e
  • Fiabilidade - Se o seu servidor falhar, todo o seu sistema falha! Ao ter um sistema descentralizado, uma falha é virtualmente impossível.

As cripto-moedas são, assim, o melhor exemplo de como pôr esta tecnologia em prática. Como sabemos, ao usar este tipo de moeda, as pessoas podem efetuar transações diretamente entre si, sem depender de prestadores de serviços terceiros, tais como os bancos.

Nos negócios e empresas, ainda é um pouco vaga a utilização desta tecnologia. Mas, certamente, que poderia ser usada para reforçar não só a segurança, mas também a velocidade das transações financeiras. Para além disto, sendo este um sistema descentralizado, a otimização de consumos energéticos, da empresa, também poderia ser explorada.

E você, como implementaria esta tecnologia na sua empresa?! Fica o desafio!



Notícias em destaque:

A “Creative Advantage, Lda." conseguiu obter uma poupança fiscal no valor 3 428€, ao optar pelo regime mais vantajoso! Vejamos a análise...

Continuar a ler
Qual é o regime fiscal mais vantajoso para a sua empresa?

O subsídio de férias é uma remuneração extra concedida aos trabalhadores por conta de outrem, com contrato sem termo ou a prazo e, de acordo com artigo, deve ser pago antes do...

Continuar a Ler
Subsídio de Férias - Experimente já o nosso simulador!

Se é ou faz intenções de ser Trabalhador Independente é importante que saiba as suas obrigações perante a Segurança Social. Nomeadamente...

Continuar a Ler
O Trabalhador Independente perante a Segurança Social

Ao contrário do que se tem verificado, com o início do ano letivo de 2018-2019, as rendas pagas por estudantes deslocados poderão, agora, ser deduzidas...

Continuar a ler
IRS - Dedução das rendas pagas por estudantes deslocados
Contacte-nos!