O subsídio de férias é um direito dos trabalhadores por conta de outrem, com contrato sem termo ou a prazo. De acordo com a lei, caso não exista acordo escrito em contrário, deve ser pago antes do início do período de férias ou proporcionalmente em caso de gozo interpolado das férias.

O seu cálculo tem por base a retribuição base e outras prestações retributivas que sejam contrapartida do modo específico da execução do trabalho, estando sujeito a retenções para IRS e Segurança Social.

Assim, tendo em conta que estamos na altura do ano em que grande parte dos portugueses começa a gozar as suas férias, disponibilizamos-lhe um simulador de modo a ajudá-lo no cálculo do seu subsídio.

Alguma dúvida contacte-nos!


Notícias em destaque:

O consumidor optar por obter a sua fatura em formato digital, ao invés da tradicional fatura em papel, será a entidade emissora a...

Continuar a ler
Fim das faturas em papel... mas ainda opcional!

Os indicadores relacionados com a liquidez têm como principal objetivo medir a capacidade da empresa em cumprir com os seus compromissos de curto prazo, como vencimentos, custos com...

Visualizar Vídeo
[Vídeo 02] Análise de Rácios - Indicadores de Liquidez

Em consequência do Orçamento do Estado para 2018, os trabalhadores independentes poderão...

Continuar a ler
Emite Recibos Verdes no Regime Simplificado? Conheça as...

Os indicadores de rentabilidade mostram como vai a rentabilidade da empresa e, também, podem ser comparáveis com os de outras empresas, quer nas análises, quer nas conclusões. Esta semana damos-lhe a conhecer os Indicadores de...

Visualizar Vídeo
[Vídeo 03] Análise de Rácios - Indicadores de Rentabilidade
Visite o nosso arquivo de notícias