A DLRR (Dedução por Lucros Retidos e Reinvestidos) é um incentivo fiscal ao investimento para as PME, que permite às empresas deduzir no IRC parte dos lucros que retêm e reinvestem, por um período até quatro anos (alteração OE 2020).

Vejamos então quais os requisitos para a sua empresa beneficiar deste regime:

  • Ser micro, pequena ou média empresa;
  • O lucro sujeito a imposto é taxado pelo regime geral;
  • Ter situação fiscal e contributiva regularizada.

O usufruto deste benefício passa pela constituição de uma reserva destinada aos lucros retidos e reinvestidos, que na prática consubstancia o montante a investir.

A empresa Esperta e Alerta S.A. obteve em 2019 um Resultado antes de impostos de 125.000€.

Dada a situação financeira favorável que apresenta, pretende fazer um investimento na sua linha de produção, adquirindo equipamentos mais eficientes e modernos.

O investimento para a expansão da sua atividade ascende a 50.000€.

Vejamos se a Esperta e Alerta S.A. está em condições para usufruir do benefício fiscal.

Anotacao_2020-03-03_103553.png

A dedução do valor do benefício está dentro do limite dos 25% da coleta e encontra-se dentro dos 4 anos para a respetiva dedução. Resumindo, o benefício fiscal aplicável permite à empresa uma redução de 5.000€ na “fatura” do IRC.

Se a situação da sua empresa semelhante à da “Esperta e Alerta, S.A.” contacte-nos!


voupoupar.pt - Livros essenciais para grandes investidores!

Notícias em destaque:

O Governo procedeu a alterações legislativas tendentes a reduzir substancialmente as contrapartidas devidas por despedimento coletivo, por extinção do posto de trabalho ou por inadaptação, bem como pela...

Continuar a Ler
Conhece as regras das indemnizações por despedimento?

O código do IMI prevê, genericamente, dois modos de avaliação dos imóveis. O geral, que se aplica à grande maioria dos prédios...

Continuar a ler
IMI – Já conhece as novas regras de avaliação para 2017?

Para além deste agravamento das contribuições, surge ainda um novo intervalo que exige a contribuição. Isto é, se a...

Continuar a ler
Alteração à isenção das contribuições para a segurança Social

O consumidor optar por obter a sua fatura em formato digital, ao invés da tradicional fatura em papel, será a entidade emissora a...

Continuar a ler
Fim das faturas em papel... mas ainda opcional!
Visite o nosso arquivo de notícias