Alterar o nome da sua empresa é um processo relativamente simples, composto apenas por alguns passos.

Esta alteração poderá ser efetuada:

  • Na conservatória do Registo Comercial, mediante um custo de 200,00€; ou
  • On-line, mediante um custo de 170,00€.

Para proceder a esta alteração terá de:

  • Alterar a denominação da empresa;
  • Solicitar o certificado de admissibilidade, que por sua vez terá um custo de 75,00€, junto do Registo Nacional de Pessoas Coletivas;
  • Elaborar uma ata a deliberar esta alteração;
  • Alterar o pacto social.

A conservatória do registo comercial poderá disponibilizar uma minuta da ata de alteração de denominação e objeto social. No que diz respeito à comunicação da alteração à Segurança Social e Autoridade Tributária, esta é da responsabilidade da conservatória onde entrega o pedido de alteração.

Identidade da empresa

O nome da empresa identifica-a no mercado e, consequentemente, influencia a escolha dos seus intervenientes de acordo com as particularidades que lhe estejam relacionadas, decorrentes da experiência de mercado.

Assim, se associada ao nome da empresa, existir uma boa reputação, a mudança pode-se traduzir numa nova conquista pela confiança e referência junto dos seus clientes e fornecedores.

Imagem da empresa

Ao alterar a denominação da empresa terá, consequentemente, que substituir a identificação de todos os bens/serviços que citam o nome anterior, tal como: faturação, canetas, flyers, cartões de contacto, página(s) na internet, e-mail, logo, entre outros.

Custos para a empresa

A mudança da denominação na conservatória, o pedido de certificado de admissibilidade, a alteração do nome nos demais objetos e publicidade, a mudança da imagem da empresa, entre outros, levará a um aumento inicial de custos.



Notícias em destaque:

O consumidor optar por obter a sua fatura em formato digital, ao invés da tradicional fatura em papel, será a entidade emissora a...

Continuar a ler
Fim das faturas em papel... mas ainda opcional!

O Dr. Artur, médico de clínica geral, tem um contrato de trabalho com uma entidade da área da saúde. Simultaneamente...

Continuar a ler
O médico como trabalhador independente

Realizou-se, nos dias 16 e 17 de outubro, no Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), o evento...

Continuar a ler
A UWU Solutions é Case Study na D.PRINT! 2019

As empresas, quando enquadradas no layoff simplificado, gozam de uma isenção temporária das contribuições devidas para a Segurança Social...

Continuar a ler
Está em layoff? Usufrua da isenção total de Segurança Social!
Visite o nosso arquivo de notícias