Os efeitos da pandemia do coronavírus começam naturalmente a evidenciar-se nos resultados da sua empresa de forma negativa. Assim, urge identificar formas de mitigar esse impacto, o que em muito passará certamente pela otimização fiscal da sua empresa.

Neste âmbito, voltamos à temática das Tributações Autónomas, um tema recorrente e sobre o qual nos fazem inúmeras questões. Este conceito nada mais é do que uma tributação adicional aplicada nas empresas, quando existem determinados tipos de despesas (o exemplo mais comum é as despesas com viaturas).

Como é expectável, devido ao impacto do COVID-19, este ano será sinónimo de resultados negativos em muitas empresas. Ora, relativamente às Tributações Autónomas, a lei prevê um agravamento de 10 pontos percentuais na taxa de imposto, caso a empresa apresente resultado negativo em determinado ano.

Pode perguntar-se: “Então, mas a empresa tem prejuízos, e o Estado cobra mais imposto?!”. Na verdade, é isso mesmo. Pode não parecer justo e razoável, mas é o que tem acontecido. Porém, em consequência da atual pandemia, temos este ano uma novidade relevante neste domínio…

Pois bem, em 2020 está previsto que, para empresas que apresentem prejuízo neste ano e que simultaneamente tenham alcançado resultados positivos em anos anteriores, poderão ter aquele agravamento anulado.


Esta será mais uma das medidas para desanuviar as empresas da carga fiscal que este ano, em particular, se apresenta muito pesada.

Recordemos que este tipo de tributações adicionais incide sobre algumas despesas das empresas, que o Estado considera de alguma forma ambíguas de apreciação. Consideremos como exemplo os gastos com viaturas e as despesas de representação.

O Alberto é gerente da empresa “Magnifico Empresário, Lda.”. A empresa tem registado lucros ao longo dos últimos anos de atividade. No entanto, em consequência da pandemia, foi obrigada a encerrar portas temporariamente.

Para a empresa, os últimos meses foram bastante complicados e o Alberto prevê que os próximos meses sejam igualmente negativos. Não coloca a hipótese de encerrar a sua empresa, mas admite que sem o acordo contratual de um projeto que estava em vista, em 2020 a sua empresa terá um resultado negativo. O Alberto está agora focado em conhecer os apoios e os benefícios que poderá usufruir, de forma a reduzir os efeitos dos respetivos impostos.

A UWU Solutions ilustrou e comparou o cenário de despesas prováveis suscetíveis de Tributação Autónoma em 2020, com a conjuntura que estava vigente no ano transato.

quadro-01.jpg

A poupança fiscal inerente ao alívio concedido para 2020 é real e ascenderá a cerca de 1 500€ na “Magnifico Empresário, Lda.”. Esta poupança de imposto deve-se apenas ao enquadramento correto, aconselhado pela UWU Solutions, permitindo à empresa do Alberto obter uma poupança bem significativa.

Se a sua empresa está numa situação idêntica à do Alberto, fale connosco e saiba como poupar impostos.


voupoupar.pt - Livros essenciais para grandes investidores!

Notícias em destaque:

O Conselho de Ministros de hoje, 26 de Março, aprovou um novo conjunto de medidas extraordinárias de resposta à atual situação epidemiológica. Confirma aqui...

Continuar a ler
Medidas de apoio às empresas e famílias - Conheça todas as novidades!

Estamos no final do ano, e a sua empresa está prestes a “fechar” as contas de 2018. Assumindo que os resultados anuais...

Continuar a ler
Quer poupar imposto em 2018? Tome decisões antes do final do ano!

O Armando, cidadão português, pretende em conjunto com o seu amigo Charles, cidadão alemão, constituir uma...

Continuar a ler
Crie a sua empresa através da Internet

O pagamento da sua “fatura fiscal” (IRC) deve ser feito até ao final do próximo mês de maio! Tendo isto em consideração, é agora, aquando da...

Continuar a ler
Benefícios que ajudam na redução da sua “fatura fiscal”
Visite o nosso arquivo de notícias